Tipos de plástico: descubra as diferenças

Tipos de plástico: descubra as diferenças e entenda qual o melhor para sua cozinha

Polipropileno, policarbonato, acrílico, melamina… Existem vários tipos de plástico para fazer utensílios de cozinha. Mas qual o melhor entre eles? E qual é o mais adequado para a sua cozinha? 

Neste artigo, explicamos a diferença, de maneira simples e fácil, para você não ter mais dúvidas quando for comprar seus utensílios. Continue a leitura e confira!

O que é plástico

O plástico é um material químico e orgânico, obtido a partir do petróleo, que tem grande maleabilidade. Isso significa que ele pode ser moldado para adquirir diversas formas! Ele é transformado com o uso do calor e da pressão. Por isso, serve de matéria-prima para a fabricação de vários objetos do nosso dia a dia. 

Categorias de plásticos

Os tipos de plástico são divididos em duas categorias: termoplásticos e termorrígidos. 

Os termoplásticos são aqueles que se tornam flexíveis a partir de uma certa temperatura. Assim, podem ser moldados com a ação do calor. O polipropileno e o polietileno são exemplos de termoplásticos.

Já os termorrígidos ou termofixos são aqueles que não têm a rigidez alterada pelas altas temperaturas. Por isso, eles não podem ser fundidos e remoldados novamente. Alguns exemplos desse tipo de plástico são poliuretanos, poliacetato de etileno vinil (EVA) e as resinas. 

Plástico pode ser sustentável?

O plástico é um material que demora muito tempo para se decompor na natureza. Por isso, algumas pessoas acreditam que ele não é uma opção sustentável.

Só que não é bem assim. Há tipos de plásticos que podem ser reciclados, evitando o seu descarte como lixo. Os plásticos termorrígidos realmente não podem ser reciclados, mas os termoplásticos são altamente recicláveis! 

O processo de reciclagem acontece por meio do aquecimento do material, que permite que ele adquira uma nova forma e um novo uso. 

Por isso, optar por objetos e utensílios mais duráveis, de plástico 100% reciclável, pode ser uma escolha em prol da sustentabilidade. Utensílios de cozinha de polipropileno ou policarbonato, por exemplo, podem substituir os descartáveis em estabelecimentos de food service, reduzindo drasticamente a produção de lixo!

LEIA TAMBÉM: como ter uma cozinha industrial sustentável

Como saber se o plástico é reciclável?

Como existem vários tipos de plástico, aqueles que são recicláveis precisam estar sinalizados para que sejam facilmente identificados nos centros de reciclagem. 

Se você quer fazer escolhas mais sustentáveis para a sua cozinha, é só procurar por essa identificação! Os plásticos recicláveis têm um símbolo, nas embalagens, com três setas, que formam um triângulo. 

Tipos de plástico: o plástico também pode ser uma escolha sustentável quando procuramos pelo símbolo de reciclável nas embalagens!
Tipos de plástico: o plástico também pode ser uma escolha sustentável quando procuramos pelo símbolo de reciclável nas embalagens!

Tipos de plástico utilizados na cozinha

Cinco tipos de plástico são mais usados para a fabricação de utensílios de cozinha:

  1. polietileno;
  2. polipropileno;
  3. policarbonato;
  4. acrílico;
  5. melamina.

Conheça as características, vantagens e desvantagens de cada um!

Polietileno

O polietileno é, quimicamente, o tipo de plástico mais simples. Também é o mais barato e, por isso, um dos mais usados no mercado. As garrafas PET, por exemplo, são feitas de polietileno. Ele pode ser de baixa densidade ou de alta densidade e é um termoplástico.

O polietileno de baixa densidade (PEBD) costuma ser utilizado em embalagens de alimentos descartáveis e sacolas de supermercado, por ser flexível e transparente. 

Já o polietileno de alta densidade (PEAD) é mais resistente a altas temperaturas. Ele costuma ser usado em embalagens de produtos de limpeza. Também é utilizado em utensílios de cozinha reutilizáveis, como espátulas, colheres, tábuas. 

Vantagens do polietileno

  • Atóxico
  • Impermeável
  • Leve
  • Barato 
  • Flexível
  • Livre de Bisphenol-A (BPA)
  • Fácil de manipular

Desvantagens do polietileno

  • Menos durável
  • Menos resistente
  • Mais suscetível a rachaduras causadas pelo uso
  • Sofre degradação por raios UV
  • Altamente inflamável

Polipropileno

O polipropileno (PP) também é um termoplástico e tem propriedades bastante semelhantes às do polietileno. No entanto, por ser um polímero de constituição química mais elaborada, tem um ponto de amolecimento mais elevado. Isso quer dizer que ele suporta temperaturas mais altas que o polietileno.

Ele também é mais resistente. É transparente, mas pode se tornar opaco e receber cores variadas com facilidade. É brilhante, rígido e resistente a mudanças de temperatura, além de conservar bem aromas.

Vantagens do polipropileno

  • Baixo custo
  • Reciclável
  • Mais variedade de cores
  • Baixa absorção de umidade
  • Resistente à flexão e impacto
  • Pode ir ao freezer e microondas
  • Livre de BPA
  • Maior durabilidade que descartáveis
  • Reciclável
  • Seguro para bebês e crianças

Desvantagens do polipropileno

  • Não suporta temperaturas extremas
  • Não pode ir ao forno ou carrinhos térmicos

Nossas linhas Tropical e na Tendência são feitas de polipropileno e aproveitam essa variedade de cores que o material permite. 

Ramequins da Linha Tropical da Vemplast em polipropileno, um dos tipos de plástico para cozinha
Ramequins da Linha Tropical da Vemplast em polipropileno

Policarbonato

O policarbonato é um polímero de cadeia longa. Isso significa que ele é mais complexo que o polietileno e o polipropileno. Assim, tem um custo mais alto, mas também é mais durável e é considerado um termoplástico. 

As propriedades do policarbonato são semelhantes às do vidro e do acrílico. Assim como esses materiais, ele também pode ser transparente e é menos propício a manchas!

É o plástico mais utilizado para utensílios para gastronomia profissional, pois é o campeão em termos de durabilidade e resistência! 

VÍDEO: policarbonato resiste até ao peso de uma pessoa!

Ele também não oferece riscos para a saúde, pois só libera substâncias em temperaturas muito acima do seu ponto de fusão. Isso quer dizer que o produto não libera BPA, a não ser que seja aquecido além do limite recomendado, o que também causaria deformação e derretimento do material. 

Vantagens do policarbonato

  • Alta durabilidade
  • Ultrarresistente
  • Suporta temperaturas mais extremas
  • 250 vezes mais resistente que vidro
  • 35 vezes mais resistente que acrílico
  • 100 vezes mais resistente que melamina
  • Pode ser utilizado em carrinhos térmicos até 120ºC
  • Baixa inflamabilidade
Utensílios de policarbonato, utilizados para servir produtos de padaria, da Linha Profissional Cook da Vemplast
Utensílios de policarbonato da Linha Profissional Cook da Vemplast

Desvantagens do policarbonato

  • Mais caro que outros tipos de plástico
  • Menos possibilidades de variação de cores

VEJA TAMBÉM: polipropileno OU policarbonato – entenda qual o melhor para sua cozinha

Acrílico

O acrílico é um termoplástico com propriedades de resistência e transparência semelhantes (mas melhores que) às do vidro. Ele também é mais leve e mais fácil de moldar que seu semelhante. É muito usado em vários setores da indústria e do comércio. Na cozinha, pode estar presente na construção de utensílios, potes, organizadores, copos etc. 

Assim como o policarbonato, costuma ser utilizado como um substituto para o vidro. No entanto, o policarbonato tem mais resistência ao impacto. O acrílico pode lascar e ser corroído. 

Vantagens do acrílico

  • Reciclável
  • Leve
  • Flexível
  • Ótima transparência
  • Isolante térmico
  • Não emite fumaça em caso de queima

Desvantagens do acrílico

  • Sofre deformação em contato com solventes
  • Não suporta líquidos corrosivos
  • Pode ser arranhado por esponjas e danificado caso a superfície seja raspada ou lixada

Melamina

Melamina é uma palavra utilizada para descrever tanto a substância química quanto o plástico feito a partir dela. Os utensílios de cozinha são produzidos com o plástico feito de melamina. 

Esse tipo de plástico é visualmente semelhante à porcelana. Por isso, os utensílios de melamina chamam atenção por terem uma aparência refinada, com um custo menor e durabilidade maior que a da porcelana. 

Formação da melamina

Para formar o plástico, a melamina é associada ao formaldeído e à ureia, nas condições ideais de calor e pressão. O formaldeído e a ureia são substâncias tóxicas. Caso os resíduos desse processo de produção não sejam removidos adequadamente, a melamina resultante pode ser instável.

Assim, durante o uso na cozinha, a melamina instável pode liberar alguns de seus elementos originais, que são tóxicos e podem ser absorvidos pelos alimentos, prejudicando a saúde do consumidor. 

Precauções com a melamina

Por isso, utensílios de cozinha de melamina nunca devem ser colocados no forno ou no microondas, não são indicados para crianças e nem para servir alimentos quentes ou ácidos

Além disso, na reciclagem desse tipo de plástico, o formaldeído e a ureia são liberados na decomposição do plástico. São substâncias que não podem ser reaproveitadas e que também são prejudiciais para o meio ambiente. 

Vantagens da melamina

  • Aparência semelhante à porcelana
  • Baixo custo

Desvantagens da melamina

  • Pode ser instável e liberar substâncias tóxicas quando aquecidas
  • Não é recomendada para bebês e crianças
  • Não é recomendada para servir alimentos quentes ou ácidos
  • Não pode ser aquecida
  • Para ser reciclada, libera substâncias tóxicas para o meio ambiente
  • Não pode ser higienizada com substâncias ou objetos abrasivos

Conclusão: qual o melhor tipo de plástico para utensílios de cozinha?

Apesar de ser o mais barato entre as opções acima, o polietileno é também o menos resistente e menos durável dos quatro. Assim, é um barato que sai caro, porque você vai precisar repor seus produtos com maior frequência.

A melamina também pode parecer uma opção atrativa pelo preço e pela aparência, mas é necessário tomar uma série de cuidados e restrições com o uso para evitar riscos à saúde. Por isso, pode ser uma opção que não compensa, porque os produtos perdem em versatilidade e praticidade.

O acrílico é interessante para quem busca uma transparência melhor que a do vidro nos seus utensílios, mas também fica para trás em termos de resistência, pois é mais suscetível a lascas e arranhões. 

O polipropileno atende bem quem busca por um plástico mais durável e resistente, mas com preço mais baixo! 

>> Conheça linhas completas para cozinha em polipropileno!

Já o policarbonato é a escolha perfeita para cozinhas industriais e para quem quer produtos que aguentem o tranco da gastronomia profissional também na sua casa. Ele é a opção mais resistente e segura, pode ser transparente ou receber cores. 

>> Veja utensílios para sua cozinha em policarbonato!

Linha Tendência, as cores da moda em plástico polipropileno e policarbonato para a sua cozinha
Linha Tendência, as cores da moda em polipropileno e policarbonato para a sua cozinha

Silicone é plástico?

O silicone é outro material muito usado em utensílios de cozinha, como em espátulas, formas e tapetes, por exemplo. Ele é um material muito versátil e se destaca pelas suas propriedades elásticas. 

Produtos de silicone também podem ser produzidos de maneira semelhante aos utensílios feitos de termoplásticos: a maleabilidade de ambos os materiais permite que eles sejam injetados em formas para dar origem a diversos tipos de utensílios. 

Apesar da semelhança de uso, o silicone não é considerado um tipo de plástico. Quando analisamos a composição química do silicone, vemos que ele é um polímero, mas não tem átomos de carbono, por isso, não é considerado uma substância orgânica, e sim semi-orgânica. São chamados de plásticos apenas os polímeros orgânicos. 

>> Conheça mais: utensílios de silicone para levar sua cozinha para outro nível

One thought on “Tipos de plástico: descubra as diferenças

  1. Pingback: Tudo que você precisa saber sobre polipropileno - Vemplast

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *